adelgazar

Depois de tanto tempo de blog abandonado, já era tempo.

| quinta-feira, 23 de setembro de 2010 | |
Há alguns anos atrás, admito que eu era um pouco mais revoltada do que sou hoje, eu queria gritar para o mundo o que eu sentia, o que eu achava das atitudes das pessoas, queria mostrar que apesar do meu gosto diferente por roupas, música e arte, eu era muito mais humana que qualquer um daqueles que me criticavam.

Eu ainda não estava pronta para a vida, eu era trancafiada em meus pensamentos, o mau humor e tristeza me consumiam, obstáculos eu enfrentava, eu até tinha uma leve “crise do pânico”, pegar uma simples condução na cidade era como se eu tivesse que lutar contra um exercito inteiro.

Sempre fui diferente das outras crianças, se tinha festa eu não queria estar, se todos se vestiam de um jeito, eu queria me vestir de outro, sempre odiei circo e palhaçada (e ainda odeio rs), nunca gostei de programas infantis, sempre achei aquelas mulheres apresentadoras de TV para crianças um pouco manipuladoras dos pequeninos cérebros ali presentes em frente a TV. Resumindo eu era um garfo em meio a tantas colheres.

Talvez lendo isso, pense que sou uma pessoa má, mas pelo contrário, sempre fui boa, até demais. A diferença é que eu penso, eu vivo. E muitos ao redor apenas seguem, sobrevivem.

Hoje vejo que nunca eu poderia me perder, pois fazendo “isso ou aquilo”, eu sempre estaria certa. Porque nós nunca podemos estar errados para nós mesmos. Se cairmos a culpa é nossa, se nos levantarmos também. Nós somos “deuses”, a força que necessitamos para estarmos bem, é a nossa própria força. Não fomos criados para sofrer, para perder, para desistir. Se somos feitos a semelhança de Deus (aquele que você acredita), então podemos ser infinitos, sermos milagrosos, sermos superiores!!!

Todos os seres humanos são criados da mesma matéria, então porque acharmos que alguns podem menos que outros? O que nos diferencia é a nossa individualidade.

E hoje posso dizer que estou feliz por estar viva. Não quero que minha vida seja um mar de rosas, mas não quero a tristeza o tempo inteiro. O equilíbrio é a chave. Não pode existir o bem sem existir o mau, a luz sem as trevas.

E é bom saber que posso caminhar sozinha. Sempre terei força para superar o que vier pela frente, e se não tiver também, ainda ficarei satisfeita, porque sei que sou eu que estou ali, naquele momento. E eu confio em mim.

E você, confie sempre... em você.


Agora eu espero que não demore mais tanto tempo para eu postar aqui de novo. Rs

5 comentários:

Fábio Cesar Says:
23 de setembro de 2010 11:03

\o/ Pensamento igual Bruxa Dimensional Yuko de xXx Holic!!!!!!!!!!!!!!

o conceito de errado varia de pessoa pra pessoa!!!!!

bjussssssssss Nata!!!!
parabens, ficou show!!!!!!

Mulher na Polícia Says:
23 de setembro de 2010 11:44

Oi moça!!!

Que bom te encontrar de cara nova, de blog novo... estilo novo?
: )

Prazer reencontrar você.
Agora mais introspectiva?

Beijos!

blog do dudu santos Says:
23 de setembro de 2010 12:16

Parabéns Nata, vá em frente!!Afinal a vida é instigante e não temos culpa daquilo que não fomos
bjos

Garota Misteriosa Says:
23 de setembro de 2010 12:56

"Viver e não ter a Vergonha de ser Feliz, Cantar, e Cantar a eterna beleza de um aprendiz"

Eu penso que a viver não é algo tão simples, mas acredito que se tentamos e se nos importamos com as pessoas que gostam da gente, que querem o nosso bem, acho que a vida se torna mais agradável.

Gostei do texto, ficou legal.

Nata Rangel Says:
23 de setembro de 2010 18:12

Ah obrigada a todos,

Fábio, só vc com essa onda de bruxa rsrs ... vlw garotinho.

Mulher na Policia,na verdade o estilo não é novo, sempre foi o meu, era que no Malucas de BR era uma coisa mais divertida pq tinha que ter um pouco de mim e da Brenda rs ...

Dudu, mto obrigada .. o que fui me ajuda a melhorar o que sou hoje.

Garota Misteriosa, vlw .. bom q n brigou comigo rsrs ...

Postar um comentário